Oficina de Bambolê SPG (Só Para Gordivas)

Facebook Post.jpg

UPDATE: A turma lotou! A próxima oficina será aberta ao público geral, por isso pode deixar comentário com seu contato para demonstrar interesse  ou mandar mensagem pra mim no FB (www.fb.com/mariband). Deve ser no fim de fevereiro, data a ser confirmada em breve.

O QUE?
Oficina de Bambolê SPG (Só Para Gordivas)
QUANDO?
Sábado, 14 de fevereiro de 2016 das 18h às 21h
ONDE? Sala 209 da Usina do Gasômetro, Porto Alegre
QUANTO? Co-responsabilidade financeira (R$ 20 pra reservar a vaga, devolvidos no dia)

Esta é uma oficina de introdução ao bambolê como ferramenta de transformação, auto-conhecimento e descoberta do corpo direcionada especificamente para mulheres que têm questões corporais relacionadas a peso. É uma oficina divertida e com um clima leve e lúdico. A base do meu trabalho é a consciência visceral e o movimento não-performativo, o que significa que a gente vai explorar um jeito de se mover que é muito mais pra sentir prazer do que pra “ficar bonito” pra quem vê de fora. O bambolê facilita e potencializa essa movimentação e ajuda a introduzir alguns estados de transe. É dança, é brincadeira, é meditação pelo movimento. E é só pra gordivas. Pra gordivas de todos os tamanhos, idades* e vivências.

Social Media
POR QUE SPG? 

A ideia é criar uma espécie de anti-padrão: um lugar seguro no qual nossos corpos possam se reconhecer. Porque é cansativo ser sempre a única gorda (na piscina, na academia, na pista de dança, etc., etc., etc…) e o objetivo desta oficina é não apenas aprender a bambolear mas também abrir um espaço emocional/metafísico de expansão. 

Copy of Social Media.pngCopy of Social MediaCopy of Social Media.pngCopy of Social Media
SOBRE A OFICINEIRA

Oi, meu nome é Mariana Bandarra e eu sou uma gorda que vem brincando com bambolês desde 2006. O bambolê foi uma ferramenta muito poderosa na minha vida. Me tirou das piores crises de depressão, me colocou pra habitar meu corpo de um jeito pleno. Foi um portal pra outra dimensão, uma dimensão onde as coisas são mais leves e fluidas e sinto que é importante compartilhar essa dimensão com outras mulheres, mulheres como eu. Desde 2011 eu ministro oficinas de bambolê, dança e meditação pelo movimento em Porto Alegre e em outras cidades do Brasil, sempre com um foco muito claro autoconhecimento, empoderamento e transformação pessoal.

Se você sente que esta oficina é pra você, RESERVE SUA VAGA**!

Social Media

CO-RESPONSABILIDADE FINANCEIRA


Este trabalho é mega importante para mim e eu quero que todo mundo que possa se beneficiar dele tenha acesso, então estou testando uma nova maneira de realizar a oficina: a co-responsabilidade financeira. Funciona assim:

Pra reservar sua vaga, você deposita R$ 20,00 na conta abaixo até sexta-feira (12 de fevereiro) e manda e-mail pra mim com o comprovante. Essa grana é simbólica e será devolvida em sua totalidade para todas as pessoas que comparecerem no dia da oficina. Ela serve pra criar um comprometimento entre a gente. No sábado, quando a oficina terminar, eu devolvo a grana, abro rapidamente os custos e expectativas e aí cada uma pode decidir o valor que vai contribuir, dentro do que acha justo/quer/pode.

BANCO DO BRASIL
Ag 5656-1
Cc 11.930-x
Mariana Diehl Bandarra 
CNPJ 13982122/0001-72

Manda o comprovante com nome completo e número de contato pra bandarra@gmail.com ou pro meu inbox no FB (www.fb.com/mariband) e nos vemos dia 14/2!

Se sentiu verdadeiramente chamada pra participar, mas a grana da reserva é uma questão? Conversa comigo pelos contatos aí em cima.

Lembrou de uma amiga gordiva que ia adorar? Compartilha com ela!

*A oficina é pra adultos (a partir de 14 anos a gente considera que você é adulta)
** São só 13 vagas, para podermos fazer um trabalho bonito e profundo ♥

10 motivos pelos quais você precisa de um bambolê na sua vida

IMG_3252

Entenda como e porquê um singelo bambolê pode mudar sua vida pra melhor.

  1. É um jeito divertido e natural de meditar

O círculo é sagrado para quase todas as culturas. Uma ilustração da eternidade, que evoca um contínuo encadeado em si próprio: um movimento engolfado em si mesmo. A oxigenação sem exaustão que resulta de bambolear (um exercício altamente aeróbico) conduz mente e corpo a um transe que é indistinguível de estados meditativos. É uma introdução para quem ainda não medita, e uma possibilidade de integração do corpo para os já iniciados.

2. Fortalece seu centro e desenvolve a musculatura

O principal efeito físico do hooping é o fortalecimento do centro. A musculatura abdominal fica naturalmente contraída para manter o fluxo de movimento, mas a exaustão e desconforto físico da malhação tradicional simplesmente desaparecem. Esqueça as séries de abdominais: o único  problema é que bambolear é tão gostoso que você corre o risco de exagerar na dose e acordar com o abdominal dolorido no dia seguinte.

3. Desperta seu lado sexy (sem ser vulgar)

O que alguns chamam de groove e outros chamam de “requebrado” é um tipo de movimento rítmico que vai evoluindo com a prática. O bambolê mobiliza os músculos do assoalho pélvico e, assim como a dança do ventre, pode fazer maravilhas pelo seu desempenho na cama. Mais importante, ele é muito poderoso para colocar você em sintonia com seu lado feminino. Grrrr! Se parece bom demais pra ser verdade: faça o teste e descubra o que milhões de amantes da prática já sabem: nenhum exercício é mais gostoso. 

4. Esculpe a barriga e define a cintura

Com 30 minutos de bambolê por dia, os resultados na musculatura da cintura são quase imediatos. A massagem abdominal e o fortalecimento muscular reduzem medidas de forma saudável e prazerosa, além de reduzir a flacidez e celulite. Tudo isso enquanto você se diverte. Apenas.

5. É o esporte perfeito pra quem detesta esportes

Se você é do tipo que detesta academia, o bambolê é uma atividade física perfeita. Na verdade, se você é uma pessoa realmente atlética, o bambolê pode não ser um desafio pra você. Por ser um exercício mais leve, pessoas super fitness podem se sentir desestimuladas em um primeiro momento. Para quem faz um trabalho corporal sério, o bambolê serve como atividade de relaxamento, e pra quem é sedentário ele serve pra entrar em forma. É uma atividade que pode  ser feita a qualquer hora do dia e ajuda a manter o condicionamento e melhora sua noção de centro, movimento, fluxo e equilíbrio.

6. Dançar nunca foi tão fácil

Dançando dentro de um bambolê, você estabelece uma conexão criativa com a música que está tocando, improvisando movimentos e criando novos jeitos de dançar (até mesmo sem bambolê). Porque o bambolê exige que você se mexa para que ele se mantenha girando, é um jeito excelente de dançar para aquelas pessoas que acham que não dançam. A fusão entre bambolê e dança se chama hoopdance, uma ideia que começou quando algumas bambambãs resolveram levar seus bambolês para festas ao ar livre, e dançar dentro deles, em raves e festivais. Mas a verdade é que qualquer tipo de movimento é dança, ou seja: é só colocar uma música e começar que você já está dançando.

7.  Brincar faz bem para a saúde

O bambolê infantil é um brinquedo e, na vida adulta, se torna um exercício lúdico que desperta a criança interior de todos nós. Quando bamboleamos, entramos em contato com um tipo de experiência que quase não existe mais em ambientes urbanos: a liberdade total de movimentos. Você pode se sentir criança outra vez (inclusive bamboleando com crianças) e experimentar a leveza e a delícia da brincadeira, sem que ninguém ache que é maluquice: afinal, você está bamboleando, oras! 

8.  Bota a cara no sol

Embora seja perfeitamente possível bambolear dentro de casa, a maioria de nós mora em lugares com espaço limitado, então o melhor lugar para praticar bambolê continua sendo ao ar livre. É uma atividade ótima para se obrigar a sair da frente do computador ou da televisão, seja de dia, de noite, no parque, na floresta, no jardim ou no terraço. A essência orgânica da forma e dos movimentos que o bambolê evocam remonta aos rituais primitivos de comunhão com a natureza e você vai sentir a diferença no seu humor e na sua qualidade de vida.

9.  Que tal uma massagem grátis?

Bambolear  aliviar a dor nas costas (mal do século da nossa geração digital), cólicas, má digestão e ajuda a eliminar toxinas. Quando você sentir que precisa uma massagem na lombar, pode fazer 10 minutinhos de bambolê para aliviar o desconforto.

ATENÇÃO: Não deixe de consultar um médico se você tem dores persistentes/intensas nas costas (o bambolê pode ser prejudicial para pessoas que sofrem de hérnia) 

10. É um jeito diferente de fazer novos amigos e socializar 

Em um mundo onde cada vez mais gente se sente sozinha e incapaz de interagir, o bambolê  age como uma poderosa ferramenta de inserção social. Saia com seu bambolê e você verá que as pessoas sorrirão para você. Muitos se aproximam por curiosidade, e grandes amizades podem surgir de um simples momento inusitado. Além de ser seu amigo, o bambolê ajuda a fazer novos amigos. A comunidade de praticantes de bambolê cresce a cada ano no mundo todo e muitas pessoas viajam o mundo com bambolê. Se você quiser explorar a comunidade brasileira, pode começar com o nosso grupo de Facebook. Se apresente, encontre alguém na sua cidade! Se não tiver ninguém na sua cidade, não desanime! Você pode começar um grupo começando com uma única amiga (ou amigo) e naturalmente, outras pessoas vão querer se juntar a vocês. 

Lembrou de alguém na sua vida que está precisando de um bambolê? Compartilhe este artigo! Viva la bambolución!

A foto lá em cima é da Aline More

BamBamBam! no Discovery H&H

A Conspiração Filmes produziu para o canal Discovery Home & Health uma série documental em 9 episódios sobre 27 mulheres que fazem algum tipo de ação social através de suas paixões. No episódio 8 da série, uma das personagens é a papisa do bambolê, Mariana Bandarra. Assista o teaser e fique de olho na programação da TV a cabo.

Christian Jankowski: Instalação e Performance

A performance original, nos telhados, aconteceu em 2007, em Nova Iorque, mesmo ano em que o blog do BamBamBam! entrou no ar. Em 2008 (ano da instalação que aparece no vídeo) o curta Edifício Sinai, estrelado por uma Amanda Laushner bamboleante no topo de um edifício, ganhou o prêmio de melhor super-8 em Gramado. O zeitgeitst é uma coisa incrível, mesmo: as ideias flanam por cima dos nossos telhados, para quem tiver antena.

 

Régis Coimbra, seu lindo

No dia 24 de junho, durante a JamJamJam na Redenção, o Régis Antônio Coimbra — carinhosamente conhecido como “pastor do bambolê” por sua indumentária e figura — deu um show de sedução e molejo. Ele é lindo! Ele se veste como um evangelista! Ele é o Lindo Evangelista!

Nasce uma lenda.